Ecos

Em ecos se encerra meu dia
Reflexos aninhados das pesadas horas
Numa continua e vaga eucaristia
Das memórias falsas de mil agoras

Numa reação repetida
Ilusões permanecem aqui, vivas
E esqueço de maneiras sucessivas
Da ação sobre si revertida

Minha vida em ecos acontece
De novo as horas passam
Sempre passam e voltam
Apenas lembrança que se destece

Deixe uma resposta