A Flor

A flor murcha e morre
despe-se de si
vagarosamente corre
para deixar de ser

Abandona seu perfume
que a tantos encantava
e o rubro já desbotou
há muito tempo

Ficam no passado
lembranças dessa vida
pois só lá podem
se manter eternas

Deixe uma resposta